jusbrasil.com.br
2 de Dezembro de 2020
    Adicione tópicos

    Projeto Acolhendo as Escolas na Justiça recebe o Colégio Estadual Liceu do Ceará

    Justiça Federal do Estado do Ceará
    há 8 anos

    A Justiça Federal no Ceará recebeu a visita do Colégio Estadual Liceu do Ceará, para a edição de junho do projeto Acolhendo as Escolas na Justiça, na última quinta-feira, 14/06. O Projeto, de iniciativa da Escola de Magistratura Federal da 5ª região, Seccional do Ceará, é voltado para estudantes de escolas públicas do ensino fundamental, a partir da 7ª série, e médio. O objetivo é aproximar os jovens e incentivá-los a conhecer melhor as atividades da Justiça Federal. A visita iniciou-se com a apresentação do coral Vozes da Justiça, execução do Hino Nacional e a apresentação do vídeo institucional do TRF5. Em seguida, o magistrado federal Glêdison Marques Fernandes - Juiz Titular da 26ª Vara apresentou a Justiça Federal através de slides e de sua fala espontânea. Ao final da apresentação foi aberto o espaço para um breve bate-papo onde os alunos e os professores fizeram algumas perguntas. Logo após, os alunos seguiram para a visita guiada ao Protocolo no 12º andar e a 26ª vara no 15ª andar. Os estudantes tiveram a primeira oportunidade de visitar uma vara virtual. Eles acompanharam, através de uma projeção, como ocorre o andamento dos processos naquela vara e as diferenças das varas comuns para as virtuais. O Juiz Federal Glêdison Marques Fernandes acompanhou os alunos durante toda a visita à vara e explicou como ocorrem as audiências. Um momento único para estes estudantes, que saem deste momento com a visão de cidadania apurada e conhecendo quais as atribuições da Justiça Federal e dos seus magistrados e servidores. Cumprimento da Meta 4 O Projeto faz parte da Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça. A promoção deste evento deve-se ao Núcleo da Escola de Magistratura Federal no Ceará ESMAFE, na pessoa da Juíza Federal Germana de Oliveira Moraes, com apoio da direção do Foro da Justiça Federal no Ceará, na pessoa do Juiz Federal Leonardo Resende Martins. Breve histórico do Colégio Estadual Liceu do Ceará O Colégio Liceu do Ceará é terceiro colégio mais antigo do Brasil, atrás apenas do Colégio Atheneu Norte-Riograndense e Colégio Dom Pedro II, com 166 anos de história na educação do Estado. Inspirado no modelo do Dom Pedro II, a instituição de ensino foi criada em 19 de outubro, sob direção do Dr. Thomas Pompeu de Souza Brasil, conhecido como Senador Pompeu. Ao ser criado, o curso secundário do colégio tinha duração de seis anos e as aulas eram ministradas nas próprias casas dos professores. Somente em 1894 foi inaugurada a primeira sede própria, na Praça dos Voluntários, no centro de Fortaleza. Em 1937, o Liceu do Ceará foi transferido para o bairro Jacarecanga. Nos bancos escolares do Liceu passaram personagens conhecidos da história cearense como Barão de Studart, Juvenal Galeno, Rodolfo Teófilo, Eleazar de Carvalho, Lúcio Alcântara, Juracy Magalhães, Fausto Nilo, Belchior, dentre outros. O Magistrado da 6ª Vara Federal Francisco Roberto Machado também foi um dos alunos que passaram por esta escola memorável. Autor: Seção de Comunicação Social JFCE

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)