Carregando...
JusBrasil - Notícias
30 de setembro de 2014

ESMAFE promove curso sobre Direitos Humanos na JFCE

Curso trará ao Brasil a Juíza africana Euzébia Munuo, Presidente da Associação Internacional das Mulheres Juízas

Publicado por Justiça Federal do Estado do Ceará (extraído pelo JusBrasil) - 1 ano atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

A Escola da Magistratura Federal da 5ª Região promove, nos dias 27 e 28 de outubro de 2012, o Curso Colóquio Sul Sul sobre os Direitos Humanos as Mulheres, dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes. O evento será realizado na sede da Justiça Federal no Ceará, com transmissão simultânea através de videoconferência para as Subseções do Ceará (exceto anexo da Aldeota e Unifor 21ª Vara) e para o Tribunal Regional Federal da 5ª Região e suas respectivas sedes das Seções Judiciárias. O curso trará ao Brasil a Juíza africana Euzébia Munuo, Presidente da Associação Internacional das Mulheres Juízas e tem como objetivo aprofundar os estudos sobre os direitos das minorias, em especial os direitos das mulheres, dos povos indígenas e dos afrodescendentes, numa perspectiva ampla, dialética e humanista, através de debates e discussões. O colóquio visa fornecer elementos que possibilitem a construção de um novo olhar sobre a temática e capacitar os magistrados das diversas unidades da Justiça Federal no Ceará, bem como da Justiça do Estado do Ceará, além de servidores e outros operadores do direito. O Colóquio Sul Sul sobre os Direitos Humanos as Mulheres, dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes terá a duração de 20 horas-aulas, conforme programação. As inscrições são gratuitas através do email esmafe@jfce.jus.br, informando nome, instituição, cargo, lotação, contatos e a modalidade (presencial ou por videoconferência). Autor: Seção de Comunicação Social JFCE

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×
Disponível em: http://jf-ce.jusbrasil.com.br/noticias/100198533/esmafe-promove-curso-sobre-direitos-humanos-na-jfce